Aonde esse mundo vai parar?

Coloque as palavras no papel, tudo o que você sente, e o que diria à pessoa se ela estivesse aqui nesse momento. Quando terminar, você poderá, se quiser (leia bem: somente se quiser!), entregar ao professor. Pense também na possiblidade de entregar à pessoa amada.

Essa foi uma das minhas lições de portugues nessa quarta feira entediante. Estamos numa unidade do livro que fala sobre o amor, tem umas coisinhas bem fofinhas - do tipo, amar: verbo transitivo, porque tem objeto direto - e que fazem qualquer menina ligar o seu Óoooun radar.

Logo no começo, eu já avisei: "não vou entregar e ninguém vai ler o meu". Claro que gerou polêmica; mas ninguém sabe que não tinha absolutamente coisa alguma naquela folha. Eu não escrevi nenhuma carta demonstrando meus sentimentos a alguém. Tanto é verdade que eu podia colocar o texto aqui. Mentira, nao posso não, porque meu caderno tá na mochila e eu to com preguiça de pegar. Mas eu vou fazer uma síntese:

Eu me sinto apaixonada. E queria que várias pessoas se sentissem como eu, sendo correspondido ou nao. Como li em algum texto por aí, amar é ter medo. E aquele friozinho na barriga é tão bom! Aquela vontade de que o tempo voe, só pra chegar a hora que você tanto quer... E aí o tempo voa, de verdade. Eu poderia falar muito. Muito mesmo. Mas não vou, porque sei que depois vou ficar com a sensação de que falei só besteira, afinal, o amor são atos, não palavras.

Claro que fiz pensando em alguém, e mais claro ainda que a minha sala quase inteira sabe quem é. Mas não importa, to feliz comigo mesma :) Aliás, to tão feliz (sem falar nada, dã, não saio espalhando pra quem me conhece) que esses dias minha professora do curso de inglês deixou escapulir: "A Karen parece que tá in love. Tá toda quietinha." (tudo bem que eu to com um ódio genial dela, mas isso é pra outro post, porque, pelo menos nesse caso, ela acertou)

Aí eu entro num blog de uma amiga minha, que nao vejo há um ano, mais ou menos. A menina cresceu. Mas com doze anos tá sofrendo por menino. Sei lá... Minha mãe, com doze anos, brincava de boneca ainda. A geração tá mal acostumada, né? E não vou falar que "na minha época era diferente" porque não era, nem um pouco. Com doze anos, uma menina da minha sala começou a namorar, e o namoro dela durou até os meus catorze. E pensar que a gente podia estar brincando na rua... Tadinha, não merecia ficar assim por um pirralho de doze anos (vamos combinar que a maturidade de uma menina de 12 é BEM diferente da de um de 12?), só fiquei pasma... pow, doze anos. Mas aqui vai um poema dela (ela agora faz textos incríveis!) que eu achei bem maduro pra... doze anos (?!).

Ainda te amarei - Autoria: Malu

      Você sabe que eu te amo 
      E mesmo assim continua a me humilhar
      Por causa de você
      Um dia alimentei a esperança de te amar 

      Sei que não seria um conto de fadas
      Sei também que não duraria para sempre
      Mas seria eterno enquanto durasse

      Eras terno comigo [tudo uma grande mentira]
      Mas eu fui boba e acreditei 
      Este é meu castigo
      Mas mesmo sabendo disso
      Ainda te amarei 

      É mais difícil do que parece
      Tirar alguém do coração
      É fácil de entrar nele
      Difícil de sair
      O pior é que no final
      Você se põe a rir

Oi, a menina é fera (minha amiga gente, oi! AUEHUAHEUAHE). Pra ler mais: http://meucantinho.magico.zip.net. Atenção: blog nao recomendado pra computadores com tendência para o travamento ou odiadores mundial de Gifs (sabe como é, doze anos, galera). Agora eu vou indo, porque eu tenho dois coraçõezinhos pra cuidar. :*



- Postado por: HelloKa às 19h58
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________




Atualização mode on

Ah, nao tenho mais dedos pra contar as vezes que disse "nossa, quanto tempo longe" e "agora prometo que vou levar isso a sério", mas agora eu preciso. De verdade. Fiquei meio decepcionda de ver que nao contei aqui que cortei franja. E cortei. Franja, por sinal. A mais de dois meses. Não tem nem foto minha por aqui de franja. E ficou super fofo.

Outra coisa que aconteceu, mas nem sei se contei aqui foi que eu saí da academia/clube. Só que isso foi no fim do ano passado. Agora a boa notícia é que eu voltei! *-* Isso tem foto aqui, tenho certeza. Aquela ali de cima meio azulzinha é de lá.

Mais uma notícia: Falta menos de um mês pro Peraltas! :D Agora é contagem regressiva. E sábado tem festa da Bia, tenho que aprontar umas coisas.

Beijos e até mais :*



- Postado por: HelloKa às 13h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

___________________________________________________